Quanto tempo dura uma cesta básica?

Uma dúvida frequente diante de momentos de mudança, especialmente quando o casal toma a decisão de iniciar uma vida juntos, diz respeito a quantidade de alimentos necessária para passar bem o mês. O mesmo ocorre no caso de doação: qual cesta básica comprar para suprir a necessidade de determinada família?

Responderemos a essas e outras questões semelhantes neste post, ao falar sobre por quanto tempo dura uma cesta básica. Confira:

Como calcular a quantidade de alimentos por mês

Antes de falarmos sobre cada um dos modelos de cestas básicas, abordaremos como calcular a quantidade de alimentos para que uma família passe bem o mês e, para isso, seguiremos alguns passos:

  1. Levantar quais alimentos serão calculados, ou seja, vão integrar o cardápio do mês, como por exemplo cereais (arroz, milho e quinoa), leguminosas (feijão, soja, grão-de-bico, lentilha e ervilha), frutas (banana, maçã, manga e melão), vegetais folhosos (alface, rúcula, agrião e repolho), legumes (cenoura, abóbora e beterraba) entre outros;
  2. Identificar quantas pessoas moram na casa;
  3. Calcular, em primeiro lugar, a combinação arroz e feijão;
  4. Em seguida, considerar os alimentos ensacados;
  5. E, por fim, carnes.

Arroz e feijão

A combinação mais clássica do prato do brasileiro é o arroz com feijão. São alimentos essenciais e que não podem faltar nas refeições cotidianas. Por isso, para calcular a quantidade de alimentos mensal, o primeiro passo consiste exatamente em encontrar a quantidade de arroz e feijão necessária para o período.

Uma pessoa consome, em média, 90g de arroz por refeição, ou seja, 180g por dia. No caso do feijão, o consumo por refeição gira em torno de 60g, portanto, 120g diariamente. Um indivíduo, por exemplo, consumirá aproximadamente 3,6kg e 5,4kg de feijão e arroz, respectivamente.

Quantidade de pessoasArroz necessário para 30 dias em KgFeijão necessário para 30 dias em kg
15,43,6
210,87,2
332,421,6
4129,686,4

Essa quantidade pode variar, naturalmente, com a inserção de outros alimentos na lista de compras, como o macarrão, por exemplo.

Alimentos ensacados

No que diz respeito à farinha, sal e açúcar, o cálculo de quantidades pode variar bastante de acordo com o gosto da família e em quais receitas esses alimentos serão utilizados. O consumo de sódio deve ser reduzido, já que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o consumo de sódio para a população adulta seja de até 2.000 mg/dia, o que equivale a até 5 gramas de sal. Portanto, um saco de sal tende a durar por meses.

No caso da farinha e do açúcar, mais uma vez depende da frequência com que inovações e receitas são praticadas. Para famílias que não são muito ativas na cozinha, o melhor seria adquirir um pacote de cada, e comprar novamente caso seja preciso.

Carnes

A estimativa de consumo de carnes é de 70g por pessoa/refeição. Calcular a partir dessa estimativa é tiro e queda e evita que a carne estrague na geladeira ou seja necessário fazer novas compras. Para evitar ainda mais problemas, o ideal é realizar compras semanais, para que a carne não envelheça no congelador.

Macarrão

A quantidade de macarrão depende do tipo de massa utilizada (massas frescas costumam render mais que as secas). A quantidade média aplicada é de 100g de espaguete por pessoa. Geralmente, o pacote de macarrão serve uma ou duas refeições.

A partir dessas informações, é possível inferir o quanto cada realidade familiar consumirá.

Author

Maruste

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *